Exportação de pesca e frutos do mar do Chile para o Brasil cresce em 2021

Terça-feira, 7 de dezembro de 2021

Compartilhe

Relatório divulgado pelo ProChile, instituição do Ministério das Relações Exteriores do Chile, aponta que o Brasil é o segundo maior mercado em crescimento para a pesca e a aquicultura chilenas. Entre janeiro e outubro de 2021, o volume de exportação foi na ordem de US$ 573 milhões, alta de 59,7% comparado ao mesmo período do ano passado. A performance positiva se deve, principalmente, salmão e truta, que, juntos somaram US$ 552 milhões, 63,8% a mais que no ano passado, seguidos por óleos de peixe, com US$ 9 milhões, crescimento de 22,8% e merluzas com volume de US$ 1 milhão e registrou alta de 180,8%.

Os Estados Unidos registram o primeiro lugar como mercado que mais cresceu nos primeiros dez meses de 2021 com exportações na ordem de US$ 2.106 milhões, alta de 28,6% atribuídos ao salmão/truta, bacalhau e mexilhões. 

Exportações gerais 

Pesca e aquicultura é um dos macro setores que mais cresceu nas exportações, globalmente, no período, ocupando a quinta posição entre os setores que tiveram desempenho superior ao ano de 2020. O levantamento engloba o período de janeiro a outubro de 2021, com a soma de US $ 5.732 milhões, alta de 11,1% comparada ao ano anterior. Os setores que registraram maior crescimento foram salmão e truta, com um total de US$ 4.166 milhões, alta de 14,8%; cavalinha com US$ 264 milhões, alta de 51%; mexilhões com US$ 247 milhões, alta de 11,2%; e bacalhau com US$ 45 milhões, crescimento de 77%. 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *