Adoção de tecnologia em pauta no Interleite Sul

Terça-feira, 2 de abril de 2019

Compartilhe

Fonte: Assessoria de Imprensa

Seminário terá mais de 20 palestrantes-debatedores e seis painéis

Efeitos da adoção de tecnologia na dinâmica dos produtores de leite no Brasil. Esse tema será exposto e debatido pelo painelista André Rozemberg Peixoto Simões durante o Interleite Sul 2019 – programado para os dias 8 e 9 de maio, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nês, em Chapecó – considerado o mais qualificado e respeitado seminário técnico e mercadológico do setor, no Brasil.

A preleção está prevista para as 11 horas da manhã do primeiro dia (8 de maio).

Rozemberg é formado em Zootecnia com mestrado em Economia Aplicadapela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Durante a graduação dedicou maior parte do tempo estudando a pecuária leiteira. Desde 2004 é professor no curso de zootecnia, na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Coordena o Programa Rio de Leite, que promove há mais de 10 anos a capacitação de alunos e transfere tecnologias para produtores de leite no Mato Grosso do Sul, além de promover diversas ações técnicas e científicas. Em 2018 concluiu o doutorado em Economia Aplicada na UFV trabalhando com modelos de simulação para a cadeia do leite. Atuou como pesquisador visitante na Universidade de Cornell nos Estados Unidos em 2017, estudando o impacto de políticas públicas e privadas para a cadeia produtiva do leite.

         A programação geral do Seminário inclui seis painéis, 20 palestrantes-debatedores e um conjunto de temas da atualidade econômica, científica e mercadológica. O seminário tem como tema central Sistemas de produção e eficiência econômica para o Sul do Brasil.

Organizador do evento, o CEO da AgriPoint Marcelo Pereira de Carvalhorealça que a agenda de crescimento e os desafios para o leite no Sul do País também estarão na pauta.

Os principais painéis abordarão os temas economia e mercado; estratégias de negócio para viabilizar o produtor de leite familiar; obtendo o máximo da produção de silagem; otimizando o investimento na propriedade leiteira para ganhar dinheiro; conforto e bem-estar animal. Também estarão em pauta temas como automação e robótica, terceirização de atividades, otimização de investimentos.

Através do site Interleite Sul  é possível conferir a programação e garantir a inscrição. Basta acessar http://www.interleite.com.br/sul/.

Está aberto o segundo lote de inscrições. Até  o dia 20 de abril o preço tem 20% de desconto: estudantes pagam 200 reais e profissionais, 312 reais.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *